Devocionais

Banquete

29 de janeiro de 2011

Pois todo o que se exalta será humilhado, e o que se humilha será exaltado (Lucas 14.11 e Mateus 23.5-7)

Pessoas importantes compareceram ao banquete oferecido por um fariseu. Os convidados estavam afoitos por um lugar importante na festa, afinal, o anfitrião também era respeitado.Os convidados poderiam pensar: “Eu conheço as leis dos profetas como ninguém…ser prestigiado é uma questão de honra”.

Jesus conhecia-os muito bem… certa vez ele falou advertindo tal soberba …”Tudo o que fazem é para serem vistos pelos homens. Eles fazem seus filactérios bem largos e as franjas de suas vestes bem longas; gostam do lugar de honra nos banquetes e dos assentos mais importantes nas sinagogas,de serem saudados nas praças e de serem chamados ‘rabis’(mestres).

A vaidade fala alto. O status fala muito alto… nosso ego pulsa nas veias bombardeando nosso coração de pensamentos que podem nos levar ao mesmo sentimento daqueles fariseus.

“Eu sou um ótimo cantor, pregador, um músico valioso… As pessoas no mínimo precisam reconhecer o quanto sou importante…” e assim vai a busca pelas honras e pelo poder.

O que Deus encontrará nas celebrações que lhe oferecemos em forma de culto? Jesus nos convida à autonegação e à entrega das vaidades para serem encobertas pela glória de Deus.

Muitas vezes Deus pode encontrar corações ensoberbecidos, um semblante imponente e uma postura pomposa porém no interior existe carência e dor.

Também pode encontrar corações quebrantados e contritos por sua presença.

Em qual dos grupos nos encaixaremos? A decisão compete a cada um de nós…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *