ORDEM DE CULTO (Consagração) Buscai ao Senhor

Processional

Comunicações

Prelúdio

Coro de verão

Busquem o Senhor, todos vocês, os humildes da terra, vocês que fazem o que ele ordena. Busquem a justiça, busquem a humildade;

(Sofonias 2.3a)

Canto 235 HCC   Vinde, cristãos, cantai (Bateman/Carr)

Vinde, cristãos, cantai. Aleluia! Amém!

A Cristo, o Rei, louvai. Aleluia! Amém!

De todo coração, com fé e gratidão,

cantai com devoção. Aleluia! Amém!

Alegres, com fervor, Aleluia! Amém!

rendei a Deus louvor. Aleluia! Amém!

Ele nos guiará, sempre nos guardará,

nunca nos faltará. Aleluia! Amém!

Vozes bem alto erguei, Aleluia! Amém!

com toda a sua grei. Aleluia! Amém!

Oh, adorai a Deus sempre, vós, filhos seus,

na terra e lá nos céus. Aleluia! Amém!

Leitura bíblica: Salmos 63.1-4;8

Dirigente: Ó Deus, tu és o meu Deus, eu te busco intensamente; a minha alma tem sede de ti! Todo o meu ser anseia por ti, numa terra seca, exausta e sem água.   

Congregação: Quero contemplar-te no santuário e avistar o teu poder e a tua glória.   

Dirigente: O teu amor é melhor do que a vida! Por isso os meus lábios te exaltarão.  

Todos: Enquanto eu viver te bendirei, e em teu nome levantarei as minhas mãos. A minha alma apega-se a ti; a tua mão direita me sustém.   

Canto Senhor, te quero        (Andy Park)

Eu te busco, te procuro, ó Deus!
No silencio tu estás.
Eu te busco, toda hora espero em ti, revela-te a mim;
conhecer-te eu quero mais.

Senhor, te quero, quero ouvir tua voz;
quero tocar-te, tua face eu quero ver.
Senhor, te quero mais.

Vou seguindo para o alvo, eu vou
a coroa conquistar.
Vou lutando, nada pode me impedir, eu vou te seguir.
Conhecer-te eu quero mais.

Oração

Coro de verão
Momento de fidelidade

Canto 444 HCC   Conta as bênçãos (Oatman/ Excell)

Se da vida as ondas agitadas são;

se, desanimado, julgas tudo vão,

conta as muitas bênçãos, conta a cada vez.

Hás de ver, surpreso, quanto Deus já fez.

Conta as bênçãos, dize quantas são,

recebidas da divina mão.

Uma a uma, conta a cada vez;

hás de ver, surpreso, quanto Deus já fez.

Quando vires outros com riqueza e bens,

lembra que tesouros prometidos tens.

Nunca os bens da terra poderão comprar

a mansão celeste em que tu vais morar.

Seja teu conflito fraco ou forte aqui,

não te desanimes, Deus será por ti.

seu divino auxílio, derrotando o mal,

te dará consolo e paz celestial.

Leitura bíblica Isaías 40.25-31

Dirigente: “Com quem vocês vão me comparar? Quem se assemelha a mim?”, pergunta o Santo.

Homens: Ergam os olhos e olhem para as alturas. Quem criou tudo isso? Aquele que põe em marcha cada estrela do seu exército celestial, e a todas chama pelo nome. Tão grande é o seu poder e tão imensa a sua força, que nenhuma delas deixa de comparecer!

Congregação: Por que você reclama, ó Jacó, e por que se queixa, ó Israel: “O Senhor não se interessa pela minha situação; o meu Deus não considera a minha causa”?

Mulheres: Será que você não sabe? Nunca ouviu falar? O Senhor é o Deus eterno, o Criador de toda a terra. Ele não se cansa nem fica exausto; sua sabedoria é insondável.

Dirigente: Ele fortalece o cansado e dá grande vigor ao que está sem forças.

Todos: Até os jovens se cansam e ficam exaustos, e os moços tropeçam e caem; mas aqueles que esperam no Senhor renovam as suas forças. Voam alto como águias; correm e não ficam exaustos, andam e não se cansam.

Momento de intercessão

Canto Deus de promessas                   (Davi/Verônica Sacer/Ronald Fonseca)

Sei que os teus olhos

sempre atentos permanecem em mim

e os teus ouvidos

estão sensíveis para ouvir meu clamor;

posso até chorar,

mas a alegria vem de manhã.

És Deus de perto e não de longe;

nunca mudaste, tu és fiel.

Deus de aliança, Deus de promessas,

Deus que não é homem pra mentir.

Tudo pode passar, tudo pode mudar,

mas tua Palavra vai se cumprir.

Posso enfrentar o que for,

eu sei quem luta por mim.

Seus planos não podem ser frustrados,

minha esperança está

nas mãos do grande Eu sou.

Meus olhos vão ver o impossível.

Oração

Coro de verão

Mensagem

 

  Canto Sonda-me (Aline Barros/Edson Feitosa/Ana Feitosa)

Sonda-me, Senhor, e me conhece,

quebranta o meu coração,

transforma-me conforme a Tua palavra

E enche-me até que em mim se ache só a Ti.

Então, usa-me, Senhor, usa-me.

Como um farol que brilha à noite,

como ponte sobre as águas,

como abrigo no deserto,

como flecha que acerta o alvo,

eu quero ser usado, da maneira que Te agrade.

Em qualquer hora e em qualquer lugar,

eis aqui a minha vida:

usa-me, Senhor, usa-me.

Sonda-me, quebranta-me,

transforma-me, enche-me, e usa-me.

  Bênção Final  

Poslúdio Recessional

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *