HCC

130 HCC Oh, fronte ensanguentada! (Gerhardt/Hassler/Bach)

Hino 130 HCC Oh, fronte ensanguentada! (Gerhardt/Hassler/Bach)

Oh, fronte ensanguentada, em tanto opróbrio e dor,
de espinhos coroada com ódio e com furor!
Tão gloriosa outrora, tão bela e tão viril!
Tão abatido agora de afronta e escárnio vil!

Quão humilhada pende a face do Senhor!
Não vive, não resplende, já não tem luz nem cor.
Oh, crime inominável fazer anunciar
o brilho inigualável de um tão piedoso olhar!

Estás tão carregado, mas todo o fardo é meu.
Eu, só, me fiz culpado, e o sofrimento é teu.
Eu venho a ti, tremente; mereço a punição,
mas olhas-me, clemente, com santa compaixão.

Sê meu refúgio forte, meu guia, vida e luz.
Que eu sinta, vendo a morte, conforto em tua cruz.
Na cruz com fé me abrigo: ao ver que ao lado estás,
eu me unirei contigo e vou dormir em paz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *