4 Lições de Liderança em Juízes

JUÍZES CAP 2 – 7.13
E foi também congregada toda aquela geração a seus pais, e outra geração após ela se levantou, que não conhecia ao Senhor, nem tampouco a obra que ele fizera a Israel. Então fizeram os filhos de Israel o que era mau aos olhos do Senhor; e serviram aos baalins. E deixaram ao Senhor Deus de seus pais, que os tirara da terra do Egito, e foram-se após outros deuses, dentre os deuses dos povos, que havia ao redor deles, e adoraram a eles; e provocaram o Senhor à ira. Porquanto deixaram ao Senhor, e serviram a Baal e a Astarote.
Por isso a ira do Senhor se acendeu contra Israel, e os entregou na mão dos espoliadores que os despojaram; e os entregou na mão dos seus inimigos ao redor; e não puderam mais resistir diante dos seus inimigos.

Fatos que chamam a atenção em Juízes capítulos 1 e 2

  1. DEUS PLANEJAVA SANTIDADE/SEPARAÇÃO DO POVO DE ISRAEL MEDIANTE A CONQUISTA DE CANAÃ E EXPULSÃO DOS CANANEUS – Desde o início do chamado do povo de Israel com Abraão, Deus mostra e reitera várias vezes que desejava o povo de Israel separado para Ele. Uma nação que habitaria a terra prometida, que expulsaria outros povos daquela terra e viveria de forma exclusiva para Deus.
  2. A CONQUISTA FOI PARCIAL – Cap. 1.21 “Porém os filhos de Benjamim não expulsaram os jebuseus que habitavam em Jerusalém; antes os jebuseus ficaram habitando com os filhos de Benjamim em Jerusalém, até ao dia de hoje”  – Observamos durante o capítulo 1 os diversos fracassos do povo em expulsar os cananeus. Seria mais fácil resolver diplomaticamente dividindo terras. Israel foi fazendo aliança com os povos locais e também se corrompendo com seus costumes de cultuar outros deuses. Israel não foi fiel à sua aliança com Deus.
  3. JOSUÉ DÁ EXEMPLO DE VIDA, MAS ELE E SEUS ANCIÃOS FALHAM EM DEIXAR UM LEGADO DE SANTIDADE.
    -No fim do livro de Josué ele aponta para a idolatria. Manda o povo destruir altares. Josué foi fiel ao seu chamado. A sua falha foi em deixar um legado de discipulado e devoção às gerações futuras.

    E serviu o povo ao Senhor todos os dias de Josué, e todos os dias dos anciãos que ainda sobreviveram depois de Josué, e viram toda aquela grande obra do Senhor, que fizera a Israel. (Juízes 2:7)

    Infelizmente, após a geração de Josué, o povo se corrompeu completamente:

    “E foi também congregada toda aquela geração a seus pais, e outra geração após ela se levantou, que não conhecia ao Senhor, nem tampouco a obra que ele fizera a Israel. Então fizeram os filhos de Israel o que era mau aos olhos do Senhor; e serviram aos baalins.” (Juízes 2.10)

    Embora Josué tenha dito: “eu e minha casa serviremos ao Senhor”, sua família não teve relevância para a história de Israel. Não teve relevância para um legado de santificação e devoção à Deus.

  4. O SENHOR FOI AO ENCONTRO PARA PRESTAÇÃO DE CONTAS

E subiu o anjo do SENHOR de Gilgal a Boquim, e disse: Do Egito vos fiz subir, e vos trouxe à terra que a vossos pais tinha jurado e disse: Nunca invalidarei a minha aliança convosco.E, quanto a vós, não fareis acordo com os moradores desta terra, antes derrubareis os seus altares; mas vós não obedecestes à minha voz. Por que fizestes isso? (Juízes 2:1,2)

Gilgal – lugar da arca da aliança. Reforça a idéia do dolo de Israel frente ao seu chamado à santidade.
– A fidelidade de Deus permanece, o anjo enfatiza que Deus é fiel na sua aliança com o povo.
– A palavra não vem só como um grande alerta, mas traz também a misericórdia de Deus. Posteriormente vamos perceber que inúmeras vezes Deus enviou juízes para ajudar o povo.

4 lições de liderança

1. Tenha muito claro os propósitos de Deus para a sua vida e comunidade na qual você serve; Muitas vezes isto irá incluir enormes desafios. Isto inclui orar pedindo a Deus que mostre a sua visão, ao contrário de orar pedindo aprovação de nossa visão pessoal. Israel se enveredou por sua visão de conquista ao invés de focar a atenção no que Deus havia planejado para eles.

2. Avance apesar dos desafios; Israel achou melhor a diplomacia e se prostituiu. Muitas vezes os desafios para avançar são enormes e irá exigir fé porque nossos recursos humanos e materiais podem ser inferiores aos desafios.

3. O legado da devoção, do memorial e do ensino é essencial para uma vida de santidade em nossa casa e em nosso ministério; Como está o nosso memorial? Como temos liderado nossa casa e igreja em devoção? Como tem sido nossa pregação vs nosso exemplo de vida? (Vivemos o que pregamos?) Alguns juízes embora líderes do povo também se corromperam. Podemos nos corromper com os valores de nossa sociedade.

4- Somos responsáveis por nossas escolhas; Somos responsáveis por nossa casa; Somos responsáveis por liderar nossa comunidade em direção ao Senhor. Somos muitas vezes falhos também. Mas percebemos que Deus age com misericórdia provendo livramentos, porém, permite que passamos situações difíceis se seguirmos obstinados em caminhos tortuosos.

Precisamos balizar nossas convicções com a palavra de Deus a fim de não fazermos como Israel que se amoldurou à cultura predominante. Por vezes o secularismo faz morada sorrateira em nossas convicções.

Fuja de flertes com conceitos seculares opositores à teologia bíblica;

RAMON CHRYSTIAN A. LIMA

Be the first to comment on "4 Lições de Liderança em Juízes"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


%d blogueiros gostam disto: