Música e Adoração

Técnica e Virtuosismo determinantes para a música?

O aprimoramento técnico e uma espécie de pensamento tecnicista do período (XIX) refletem-se na execução da música, fazendo florescer o virtuosismo instrumental. Demonstrar toda técnica e o virtuosismo é fator determinante para ser um bom músico?

 

As universidades brasileiras nos dias atuais já estão ensinando aos seus graduandos a questão da técnica em favor da música. A tendência das pessoas é de “endeuzarem” os virtuosos e isto é notável. Mas o grande fator a ser considerado é a necessidade do momento.

O bom músico deve estar apto a executar a técnica com virtuose, com precisão mas sobretudo com bom senso.

O contexto do momento musical e a necessidade irão dizer se é necessário o uso da virtuose. O que podemos concluir é que ser detentor da técnica é condição fundamental para ser bom músico mas também, muitas vezes deixar de usar a virtuose, devido à uma possível função da peça, pode ser um fator determinante da qualidade do músico.

Ramon Chrystian A. Lima

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *